New Release!

_DSC0102-1(edit) copy

EP saxcretino // André Borges

Saxcretino é uma mangueira de 1.2m de comprimento com uma boquilha de saxofone numa extremidade e a parte superior de uma garrafa PET na outra. Saxcretino também é o meu pseudônimo, a minha maneira de tocar saxofone e o título do EP.

As faixas são inspiradas no ser humano do tempo presente, no que sinto, vejo e ouço. Mais especificamente, são fragmentos do que sinto como ser vivo, pulsante e sonoro nas faixas 2 e 3 e 5 (1Ziriguid1, Comin’ Back in 5 e Samba de Vento) e do que vejo e ouço como ser social, nas faixas 1 e 4 (Da loja Pro Lixo e Sofá e TV).

Sem ter compromisso com perfeição técnica, pureza estética ou sonoridade específica, as 5 faixas expressam a combinação entre instrumentos não convencionais e instrumentos tradicionais da música ocidental numa linguagem popular com células rítmicas em combinações não habituais. Os instrumentos microtonais utilizados na gravação foram produzidos por mim com material encontrado no lixo e são inspirados nos instrumentos  não-nobres do de-compositor Anton Walter Smetak.

Com produção não ortodoxa, o projeto teve os saxofones (tenor, alto e soprano), vozes, berimbau com cabaça de papel machê, instrumentos microtonais de sopro e percussão (cylindrol, saxcretinos, flautas caboclo, boréu, tambor de mola), o meu coração e a minha respiração gravados em casa, tendo eu assumindo simultaneamente as funções de técnico de gravação e músico ao estilo “faça você mesmo”, o que só foi possível com o suporte dos recentes avanços tecnológicos na área de produção musical. Também preparei os loops de percussão tradicional brasileira, bateria eletrônica e instrumentos de base com  samples e controlador MIDI. Contei com a participação local de Fernando Machado no violão na faixa “Samba de Vento” e a participação intercontinental de Nancy Viegas nos vocais em “1Ziriguid1. Utilizei um sax alto Yamaha YAS 25 e um Buescher, ambos com uma boquilha Dukoff M6 alterada com cimento odontológico, um sax tenor Yamaha YAS 275 com boquilha Otto Link Super Tone Master n.8 e um  sax soprano Pierret com uma boquilha bari n.6 e palhetas Rico Royal n.3. O som do coração foi captado através de um hibrido entre estetoscópio e microfone condensador desenvolvido por mim para performances ao vivo com os sons internos do corpo humano.

Texto: André Borges

Foto: Rafael Ribeiro

Download: www.selonetlabel.bandcamp.com/album/saxcretino

Find out more about the artist at www.saxcretino.com

Padrão

Nunada

Nunada: Encontros de Improvisação Livre

O Sê-lo! é uma netlabel que trabalha com artistas de música experimental ou que estejam testando os limites dos formatos de música mais conhecidos.
Apesar do termo experimental não definir estilisticamente qualquer obra, há de se notar que, no Brasil, artistas independentes cada vez mais se interessam por caminhos menos óbvios de composição e improvisação.
Percebendo que em Salvador há um número considerável de músicos com esse perfil, o Sê-lo! propõe a partir de agosto o encontro Nunada, cujo a idéia é reunir pessoas interessadas nessa tal música experimental com ênfase na improvisação livre.
As sessões de improviso serão gravadas e lançadas pelo Sê-lo! acompanhadas de material gráfico.

Na estréia teremos a participação do experimentador Guilherme Darisbo (RS).

 

14011775_1043098932434448_1477470373_n

Padrão